Arquivo de Tag

Professor da George Washington University ministra palestra para alunos de Direito

Aproveitando sua passagem pelo Recife, o professor de Direito da George Washington University, nos Estados Unidos, Frederik Kellogg, realizou uma palestra para os alunos de Direito da Faculdade Marista, na noite do dia 29 de março. Com o tema Teoria e Prática no Direito: a Resolução dos Hard Cases (casos difíceis), a palestra aconteceu no Auditório Champagnat e foi traduzida simultaneamente pelo professor Pedro Spíndola.

De acordo com Spíndola, uma grande dificuldade hoje quando se fala no âmbito jurídico é com relação a determinados casos problemáticos, os hard cases (casos difíceis). Como exemplo estão o aborto e a eutanásia. “Diante dessas situações, o professor Kellogg segue a corrente filosófica do pragmatismo: ideia de que para analisar essas questões não se pode separar a teoria da prática”, informou.

Spíndola diz que, atualmente existe a ideia de que os casos difíceis serão resolvidos a partir de uma certa noção de valor ou de princípio. Se o juiz que vai analisar tiver uma certa inclinação de pensamento, significa que ele vai decidir a partir de princípios teóricos para determinar que na prática seja de tal modo.

Pedro Spíndola e Frederik Kellogg. Foto: Divulgação

Segundo aponta Frederik Kellogg, de acordo com o pragmatismo, isso não pode acontecer. O juiz não deve decidir as questões a partir de princípios e sim cada caso de maneira particular. “Por exemplo, se ele for analisar um caso como a eutanásia, ao invés de tomar como referência o princípio do direito à vida, o ideal seria se ater às particularidades do caso. Qual a situação que está levando efetivamente uma pessoa a praticar eutanásia”, alegou.

Para o professor Pedro Spíndola, quando os alunos estiverem na prática jurídica é extremamente importante saberem como articular a teoria e a prática de modo que essa junção possibilite uma melhor resolução de casos, principalmente os que geram mais conflitos.

 

 

 

A Nova Era do Empreendedorismo é apresentada na Marista

Weldon Bispo na abertura da palestra

A dinâmica que faz girar o mundo do empreendedorismo. Este foi o assunto que tomou conta da Faculdade Marista, na noite de ontem (15 de março), durante a palestra A Nova Era do Empreendedorismo, apresentada pelo idealizador do programa Células Empreendedoras, Genésio Gomes. O evento foi direcionado a todos os cursos da instituição, com o objetivo de promover uma integração entre as áreas. “Nosso propósito em 2017 é promover o maior número de integração possível não só entre os cursos, mas entre eles e o mercado de trabalho”, destacou o diretor geral Weldon Bispo, ao abrir a palestra.

De acordo com Genésio Gomes, diante da diminuição dos postos de trabalho, o empreendedorismo hoje é o que se coloca como principal atividade. “Num mundo sem emprego, temos que criar a nossa própria ocupação remunerada”, afirmou. Porém, ele disse que não ter emprego não significa não ter oportunidades. “Para quem é empreendedor existem muitas oportunidades, só que maioria das pessoas não sabem enxergá-las”, informou.

Segundo ele, todas as grandes corporações que empregam muita gente estão procurando inovar para sair na frente da concorrência. “Sendo assim, como as empresas vão trabalhar a inovação se os seus funcionários são tradicionais? Elas vão preferir os inovadores, que têm mente aberta”, ressaltou. Diante dessa realidade, existe todo um ecossistema de apoio a empreendedores que muitos não conhecem. São recursos e investimentos direcionados às startups como as plataformas de financiamento coletivo, editais de fomento à inovação, investidores de capital de risco, entre outros.

Genésio Gomes durante sua apresentação

Para quem deseja entrar no mundo do empreendedorismo, Genésio informou que é preciso estudar sobre o assunto e saber do que está acontecendo na área. Isso é possível através da internet, grupos de discussão nas redes sociais e participação em eventos, onde a maioria é gratuito. O caminho para alguém desenvolver alguma inovação é descobrir o que gosta. “Mas é importante que fique claro que empreender é uma atividade muito árdua, a pessoa vai receber muitos nãos e falhar várias vezes. No entanto, tudo isso se torna gratificante e prazeroso se for algo que tem afinidade”, alertou.

Além disso, também é fundamental procurar um programa de formação de empreendedores, como o Células Empreendedoras, que ajuda as universidades e estudantes a entrar nesse mundo mesmo sendo leigos no processo. “Utilizamos uma linguagem simples que faz com que pessoas de qualquer área possam se beneficiar das oportunidades oferecidas pelo empreendedorismo”, indicou Gomes. Durante a palestra, os alunos assistiram a alguns vídeos com depoimentos de empreendedores, como o de uma advogada do Mato Grosso que mudou a prática de advocacia, quando decidiu direcionar a sua atuação apenas para grandes corporações que querem inovar. “Ela hoje está numa área onde poucas pessoas estão”, falou Genésio Gomes.

Fotos: Equipe de Comunicação / Marketing da Faculdade Marista

Palestra na Marista aborda empreendedorismo e Economia Criativa

A Faculdade Marista realizará amanhã (15 de março), às 19 horas, no Auditório Apipucos, a palestra A Nova Era do Empreendedorismo e da Economia Criativa. O objetivo é apresentar aos alunos os rumos atuais do empreendedorismo no Brasil e como usar os conceitos da economia criativa para gerar negócios alternativos. O tema será apresentado por Genésio Gomes, bacharel, mestre e doutor em Ciência da Computação pelo Centro de Informática (CIN-UFPE). Gomes também é idealizador do projeto Células Empreendedoras, premiado pela Rede Global de Empreendedorismo. A palestra vale 4 horas de atividade complementar.

 

 

 

Fique Conectado!

(81) 4009-7777 | Avenida Caxangá, 3841 - Iputinga - Recife / PE - CEP: 50670-902